sábado, fevereiro 20, 2016

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0079

2004 – (CD) “Cubenses Amigos do Cante”.



- Edição: GCE Cubenses Amigos do Cante.

- Modas: Quando eu fui ao jardim, Ao romper da bela aurora, Levantou-se o lavrador, Aurora teve um menino, Portugal é meu espaço, Quais quais oliveiras olivais, Alentejo Alentejo, Linda rosa tu não vais, Sou marinheiro, Já lá vem romper d’aurora, Solidão ai dão ai dão, Ó águia que vais tão alta, pirolito ai lé ai lé.

Grupo Coral e Etnográfico Cubenses Amigos do Cante, Cuba.

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0078

1991 – (CD) Lua Extravagante




- Edição: Valentim de Carvalho

- Modas: Ilha, Cante cigano, Nau Catrineta, Adeus ó serra da Lapa, Fado Pessoa, Margarida no convento, Andorinha negra, A bela do castelo sem portas, Lua de papel, Cantiga da ceifa, Lua extravagante.

Carlos Salomé, Filipa Pais, Vitorino Salomé, Janita Salomé

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF  CA K7-0078 

1990 (K7): Grupo Coral e Instrumental "Voz Activa" de Santana



- Edição: CLAVE Edições Musicais.

- Modas: Stº. Antoninho da Serra; O tordo é ave emigrante; A Voz Activa a cantar; Saudade Alentejana; Sou emigrante; Rouxinol repenica o cante; Évora tu és a capital; Há lobos sem ser na serra; Lírios são lírios; Trigo Limpo.

Grupo Coral e Instrumental "Voz Activa" de Santana, Portel.

sexta-feira, fevereiro 19, 2016

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0077

2004 – (CD) “Cante”.



- Edição: Junta de Freguesia de Almodôvar.

- Modas: Almodôvar nossa terra, Linda ceifeira, Que bem que parece raminho de flores, Máquinas ceifando, Verão brasa dourada, Lindo Alentejo, Ó águia que vais tão alta, Alentejo dourado, O almocreve, Nós somos trabalhadores, É tão grande o Alentejo, Andei a guardar o gado em tempos que já lá vão, No sul do Alentejo, Toda a bela noite eu ando.

Grupo Coral Vozes de Almodôvar.

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA K7-0077

1988 (K7): Portel do Alentejo, Rouxinol, Sou das Minas (registo sonoro)



- Edição: Niza & Costa, Lda.

- Modas: Senhora Cegonha; Rouxinol; Sou das minas; Pardal; Portel do Alentejo; Abraço ao Alentejo; Laranja da China; Ceifeiras; Fui ao jardim das damas

Grupo Coral de Cantares Regionais de Portel

quinta-feira, fevereiro 18, 2016

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0076

2006 – (CD) “O Cante da nossa terra”.



- Edição: Grupo Coral da Freguesia de Cabeça Gorda.

- Modas: Os trabalhadores, Ó minha pombinha branca, Lavoura antiga), Venham ver o Alentejo, Ó águia que vais tão alto, Santo Antoninho da serra, Alentejo terra da minha paixão, É tão grande o Alentejo, Água do céu cai pura, Igreja da nossa terra, Guardo o meu gado no campo, Que inveja tens tu às rosas, Oliveira da serra, Não cheires a rosa amor, Roseira enxertada, Rosa branca desmaiada, Quando eu era ganhão, Ó Mariazinha onde tens a fonte.

Grupo Coral da Freguesia de Cabeça Gorda, Beja.

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA K7-0076  

1982 (K7): Portel, querido Portel (registo sonoro)




- Edição: ORFEU

- Modas: Portel, querido Portel; Clementina; Dá-me uma pinga de águaMaminhas à vela; 
Festas de Campo Maior; Parreirinha; Oh minha Rosinha; Bago de milho redondo; Menina 
que andas no campo; Na ceifa; Vou-me embora, vou partir; Moleirinha; Anda daí.

Grupo Coral de Cantares Regionais de Portel

quarta-feira, fevereiro 17, 2016

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA K7-0075

1982 (K7): Maminhas à vela (registo sonoro)



- Edição: Movieplay portuguesa, SA

- Modas: Portel, querido Portel; Clementina; Só uma pena me existe; Maminhas à vela; Festas de Campo Maior; Parreirinha; Oh minha Rosinha; Bago de milho redondo; Menina que andas no campo; Na ceifa; Vou-me embora, vou partir; Moleirinha; Anda daí.

Grupo Coral de Cantares Regionais de Portel

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0075

2005 – (CD) Senhora da Anunciação.



- Edição: AMBIGUAE.

- Modas: Senhora da Anunciação, Passarinho voando, Alentejo tem, É tão grande o Alentejo, Fui à lenha para me aquecer, Minha linda pastorinha, Lá vem a andorinha, Venham ver o Alentejo, Estava dormindo acordei, Não chove no Alentejo, O Alentejo é lindo, Viana terra tão linda.

Grupo Coral e Etnográfico de Viana do Alentejo

terça-feira, fevereiro 16, 2016

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA C7-0074

1991 – (K7) Nossa Senhora de Aires (Registo Sonoro)



- Edição: Rita Neves.

- Modas: Se fores ao Alentejo; Fonte da Praça, tu; Viana do Alentejo é concelho com força; O Alentejo é rico; Meu Lírio Roxo; Viana do Alentejo tens sons por todo o lado; Lembra-me os tempos passados; A Cegonha fez sucesso; Fui ao jardim do Rossio; Ó meu Alentejo; As minas de São João.

Grupo Coral e Etnográfico de Viana do Alentejo

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0074

2009 – (CD) “Almocreve a cantar”.



- Ed.: SONROUND.

- Modas: Meiga e carinhosa, Onde é que para o gado, Cegonha, Almocreve a cantar. Sou mineiro de profissão, Já não sou emigrante, Eu ouvi um passarinho, Nasceu o Lousal, Zero tolerância, Novo mineiro.

Silvestre.

segunda-feira, fevereiro 15, 2016

TRATADO DO CANTE - Escrito:

“ As Janeiras

(…)
A cada janeireiro, homem ou mulher, dava-se um pão; aos moços dava-se metade ou um quarto, conforme o seu trabalho, e às vezes, já no clarear da madrugada, havia necessidade de reduzir a esmola, pois não chegava para tanta gente o pão cozido. Tal havia que apanhava duas, três ou quatro esmolas, incorporando-se em diferentes ranchos, e o mesmo rancho chegava a cantar duas vezes, mudando as vozes.
(…)
Nenhum rancho denunciava outro rancho, embora nem todos fizessem a mesma coisa, a muitos repugnando uma tão descarada fraude, tanto mais que nela se envolvia Deus Nosso Pai, invocado a cada instante:
Lá vai uma, lá vão duas
Por cima do seu telhado.
Deus lhe dê muita fortuna
Ao pão que tiver semeado.

(…)”

In: “Memórias e Narrativas Alentejanas”, de Brito Camacho. Ed. de Guimarães Editores. 1988. Pg. 81.



Manuel de Brito Camacho
Escritor


Manuel de Brito Camacho foi um médico militar, escritor, publicista e político que, entre outros cargos de relevo, exerceu as funções de Ministro do Fomento e de Alto Comissário da República em Moçambique. Fundou e liderou o Partido Unionista. Wikipédia
Falecimento19 de setembro de 1934, Lisboa

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA CD0073

1991 – (CD) “Romances”



- Ed.: Moviplay Portuguesa,SA

- Modas: …, Eu hei-de amar uma pedra, …

Vitorino e Janita Salomé.

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF CA C7-0073

1987 – (K7) Ceifeiro do Alentejo (Registo Sonoro)



- Edição: MUSICÁLIA

- Modas: Castelo de Viana; Trabalha ó homem trabalha; Ceifeiro do Alentejo; Abre-te ó campa sagrada; Ó Virgem Sª. de Aires; Vai de Centro ao Centro; Pelas cordas da viola; Que inveja tens das rosas; Morena de raça; Alentejo, Alentejo; Senhora cegonha.

Grupo Coral e Etnográfico de Viana do Alentejo

domingo, fevereiro 14, 2016

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FF  CA C7-0072

1987 – (K7) Meu Alentejo dourado (Registo Sonoro)



- Edição: MUSICALIA.

- Modas: Alcáçovas, casas velhinhas; Meu Alentejo dourado; As nuvens que andam no ar; Casarões; Meu lindo Alentejo; Ao romper da bela aurora; Oh meu Portugal; Linda estrela da vida; Abraço à juventude; Morena do Alentejo.

Grupo Coral dos Trabalhadores das Alcáçovas, Viana do Alentejo.

TRATADO DO CANTE - Registos fonográficos:

Cota FaiAlentejo: FFCA CD0072                

S/D – (CD) O Cante da Alma – O Alentejo a dois tons.



- Edição: Edi CD.

- Temas: Gretada pelo Sol*; Estava dormindo acordei; Tempos de então*; Foi no Alentejo; Vida do campo*; Ao romper da madrugada; Ceifeiras jamais*; Ceifeira… Canudos de cana; Os grilos do monte*; Eu sou trevo; Olhando*; As mondadeiras; Ao contrário*; Que bonito não seria; Este colorido*; Chega a Primavera; Paisagem de Abril*; Saudades de outrora; Torrão seco do meu Alentejo*; Natal de Elvas; Alentejo branco*; Somos da terra do pão; Este grito*; Alma Alentejana.

* Rosa Dias (poemas de)

Grupo Coral Feminino As Cantadeiras da Alma Alentejana, Almada.