sábado, março 25, 2017

TRATADO DO CANTE - Grupos Corais:

SESIMBRA - QUINTA DO CONDE

Grupo Coral "Voz do Alentejo" da Quinta do Conde
Centro Cultural Social e Recreativo a voz do Alentejo na Quinta do Conde
Rua Senhor das Chagas, Lote, 808, Boa Água 1,
1975 – 161 Quinta do Conde
Telefone: 211 822 154 – Email: vozdoalentejo@gmail.com








Ficha Técnica:

. O Grupo foi fundado em 10 de Fevereiro de 1996

. Ensaiam às Sexta-feira, na Sede Social do Grupo, às 21 horas.

. Tem o seu Encontro Anual em Maio/Junho.

. O Grupo é composto por 15 elementos.

Trajo: Calça preta; Camisa branca; Colete cinzento; Chapéu preto de aba direita; Sapato preto; Lenço raiado, com fundo vermelho.

. Histórico: Têm actuado em Encontros de Grupos Corais, no Alentejo e na Grande Lisboa.

. Registos fonográficos:
Cassete audio: “Coral a Voz do Alentejo”. 2000.
Edição: Sondex, Lda. - Moita
Cota FaiAlentejo: FF  CA K7-0092


. Repertório: Cantam as modas mais expressivas do Alentejo que conseguiram furar a barreira do tempo, adaptando às mesmas as letras que actualizadas no tempo e considerando a zona onde se inserem, não desobedecem às suas raízes. Referem-se as seguintes, entre outras: Ó linda Quinta do Conde; Abril de 74; É tão grande o Alentejo; Meu querido Alentejo; A Cegonha; O Passarinho; Vamos lá saindo

. Objectivos: Divulgar o Cante Alentejano, os seus costumes e tradição.


In: “Corais Alentejanos” (em actualização). De JFP. Edições Margem. 1997. Pág.s: 341/342.

quinta-feira, março 23, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

MOURÃO – Aldeia da Luz

Grupo Coral da Aldeia da Luz
Associação de jovens Campos de Lousa 
Aldeia da Luz, Mourão




Ficha Técnica:

Devido ao gosto pelo cante alentejano, um grupo de amigos juntou-se e começou a ensaiar, ainda no antigo casão da junta de freguesia, na antiga Aldeia da Luz. 

. O grupo coral da Luz foi fundado em 3 de Abril de 2001.

. O grupo coral organiza todos os anos na última semana de Julho, um encontro de corais na Aldeia da Luz, que faz parte da tradicional semana cultural organizada pela Associação de jovens Campos da Lousa. 

. Actualmente conta com 16 elementos, dos quais apenas sete se mantiveram durante estes 13 Anos de existência.

. Histórico: A primeira actuação teve lugar em Santo Aleixo da Restauração, em Agosto de 2001, num encontro de grupos corais. A maioria das actuações do grupo é em encontro de grupos corais, um pouco por todo o Alentejo e na zona da grande Lisboa, onde existe uma grande comunidade de Alentejanos. Há ainda a destacar uma participação especial no programa Praça da Alegria da RTP 1 e dois convites para actuações na Casa do Alentejo em Lisboa. 

. Registos Fonográficos: Em Janeiro de 2006 gravou o seu primeiro CD, intitulado “Cantares do Alentejo”, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Mourão e da Junta de Freguesia da Luz. 
2006 – (CD) “Cantares do Alentejo”.
Edição: Grupo Coral da Luz.
Cota FaiAlentejo: FF CA CD0062.


. Reportório: As modas originais do reportório são feitas pelos elementos que fazem ou fizeram parte do próprio grupo, fazendo ainda alguns arranjos das modas tradicionais Alentejanas. Do CD “Cantares do Alentejo” - Modas: Já chegou a Primavera; Luz querida; Alentejo tu já tens; Deixar a minha terra natal; Ceifeira; Que bonito não seria; Venham ver o Alentejo; Lavoura; As margens do Guadiana; Alentejo já tem o lago mais desejado; Quando eu era ganhão; Aldeia velhinha; Ó minha terra; Trigueira de raça.

Nota: Dados recolhidos na página da Junta de Freguesia da Aldeia da Luz, Mourão.


In: “Corais Alentejanos” (em actualização). De JFP.

quarta-feira, março 22, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

MOURÃO - Mourão

Grupo Coral de Mourão
7240 Mourão




Ficha Técnica:
       
- O Grupo foi fundado em 1977.

- Ensaiam às Terças feiras, à noite, no Escola do Antigo Ciclo.

- O Grupo é composto por 21 elementos.

- Trajo: Calça cinzenta; Colete cinzento/acastanhado; Camisa branca; Lenço vermelho, às bolinhas; Chapéu preto.

- Histórico: Têm uma média de 15 a 20 actuações por ano. Destas, destacamos as suas participações em Encontros de Grupos Corais, Desfiles e Festas, que se realizam por todo o Alentejo e na zona da grande Lisboa, onde a comunidade Alentejana é representativa.

- Desde a sua fundação que se mantém em actividade, permanente, tendo feito desempenhos por todo o País.

- Registos Fonográficos:
                          S/D – (K7) ???
                           
                          S/D – (CD) Cantares do Alentejo
                                  ed.:  Grupo Coral de Mourão
                                  Cota FaiAlentejo: FF  CA CD0061

                
- Repertório: As "modas" que tem no seu reportório, são aquelas que conseguiram resistir ao tempo e que se cantam por todo o Alentejo. Devido à transformação que a vida dos campos sofreu, também tiveram que se adaptar algumas letras à realidade actual da vida na zona onde se inserem. Modas: Mourão, és Vila Rainha; Rouxinol repenica o cante; Abre-te ó campa sagrada; Ó que laranja tão doce; Silva que estás enleada; Alentejo és minha terra; Rego abaixo, rego acima; Primavera és tão bonita; Que inveja tens tu da rosa; Liberdade, Liberdade; É lindo na Primavera; Adeus janelas floridas; Morena de raça, Ó minha pombinha branca; Alentejo canta.
                             
In: “Corais Alentejanos” (em actualização), de JFP. Edições Margem. 1997. Pág.s: 237/238.


Nota: Este grupo não está em atividade. Fica o registo.

terça-feira, março 21, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

MOURÃO - GRANJA

Grupo Coral da Granja
Rua Joaquim António de Castro, 38
7240 – 012 Granja




Ficha Técnica:
       
- O Grupo foi fundado em 1 de Fevereiro de 2005.

- Ensaiam às Quintas-feiras, na Casa do Povo de Granja, às 20:00 horas.

- O Grupo é composto por 20 elementos.

- Trajo: Calça preta; Colete preto; Camisa branca; Lenço amarelo; Chapéu preto.

- Histórico: Têm uma média de 10 actuações por ano. Destas, destacamos as participações em Encontros de Grupos Corais, Desfiles e Festas, que se realizam por todo o Alentejo e na zona da grande Lisboa, onde a comunidade Alentejana é representativa.

- Registos Fonográficos:
S/D – (CD) Cantares do Alentejo
Edição: Grupo Coral da Granja
Cota Faialentejo: FF CA CD0063


- Repertório: As "modas" que tem no seu reportório, são aquelas que conseguiram ao tempo e que se cantam por todo o Alentejo. Devido à transformação que a vida dos campos sofreu, também tiveram que se adaptar algumas letras à realidade actual da vida na zona onde se inserem. Modas: Guardo meu gado no campo; Minha linda mocidade; Granja do Alto Alentejo; Abre-te campa sagrada; Quinta-feira da Ascenção; Já lá vem rompendo aurora; Granja tu és freguesia; Lindo ramo verde escuro; Francisquinha és tão linda; Banhada pelo Alqueva; Quando um homem está sozinho no seu monte.

Nota: É importante registar o apoio, a todo o nível, dado pelas Autarquias do Concelho.
- É
In: “Corais Alentejanos” (em actualização), de JFP.          

segunda-feira, março 20, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

BARRANCOS – Barrancos

Grupo Coral Arraianos de Barrancos
7230 Barrancos




Ficha Técnica:   
        
. O Grupo foi fundado em Maio de 1984.

.Ensaios às 3ªs. e 5ªs. Feiras à noite.

. O Grupo é composto por 21 elementos.

. Trajo: Jaqueta cinzenta; Calça cinzenta; Camisa branca; Chapéu preto; Cinta preta.

. Histórico: Tem desempenhos em todo o Alentejo e na zona da grande Lisboa, onde participam em Encontros de Grupos Corais, Desfiles e Festas. Das suas actuações destinguem-se: Desfile no 1º. de Maio de 1984, em Lisboa; Festa do Caloiro em Coimbra, em 1984; Encontro de Corais de Évora em 1984; Encontro de Corais na FIL, em Lisboa, em 1985; Encontro de Corais em Barrancos, em 1995 e 1996; Encontro de Corais em Cuba, Grândola, Cacém, Tires, Baixa da Banheira, Viana do Alentejo, em 1996.

. Registos Fonográficos:
- Cassete audio em 1996.
- CD “Arraianos de Barrancos”. Edição: Chicuelo. S/D.
Cota FaiAlentejo: FF CA CD0080
Cota: 071.3 ARR BXB CD 5513 - Catálogo Cante Alentejano (Polo da Baixa da Banheira da Biblioteca da Moita).


. Repertório: Baseiam o seu reportório nas "modas" que se cantam por todo o Alentejo, com as adaptações das letras ao momento actual, considerando a zona onde estão inseridos. O seu cantar é marcado pelo seu enquadramento arraiano. Do CD “Arraianos de Barrancos”. Edição: Chicuelo. S/D. Modas: Barrancos és minha terra, Menina do Alentejo, Vamos lá seguindo, Ó água que vens do céu, Adeus minha mocidade, O rei da passarada, Ó meus tesouros queridos, A bandeira portuguesa, O cantar do meu canário, Borboleta mensageira, Cinzento pombo correio, Morre o rico morre o pobre, Já lá vem a Primavera, Barrancos terra distante, Vou beber à bica.


In: “Corais Alentejanos” (em actualização). De JFP. Edições Margem. 1997. Pág.s: 99/100.