sexta-feira, fevereiro 24, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

OURIQUE - Garvão:

Grupo Coral Infantil de Garvão
7670 Garvão


Ficha Técnica:   
        
. O Grupo foi fundado em 20 de Abril de 1988.

. Ensaiam às Sextas feiras, às 19,30 horas.

. O Grupo é composto por 21 elementos:

. Trajo: Raparigas: Saia e colete preto; Camisa branca; Lenço garrido; Chapéu preto; Meia branca; Sapato preto. Rapazes: Calça e colete preto; Camisa branca; Lenço garrido; Chapéu preto; Meia branca; Sapato preto.

. Historial: Actuam em Encontros de Grupos Corais, Desfiles e Festas, em todo o Alentejo e na zona da grande Lisboa. Tem uma média de 15 a 20 desempenhos por ano.

Repertório: Baseia o seu repertório na recolha que fizeram das "modas" que se cantam na sua região. As letras são da autoria do Sr. Francisco Bento, ensaiador do Grupo, que as adapta às "modas", considerando o momento actual e as características da região.

In: “Corais Alentejanos” (em actualização), de JFP. Edições Margem. 1997. Pág.s 195/196.

Nota: O Grupo encontra-se desactivado.

quinta-feira, fevereiro 23, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

OURIQUE – Ourique

Grupo Coral de Ourique






Ficha Técnica:            

. O Grupo foi fundado em 25 de Julho de 1947 e reactivado em Agosto de 1997.

. Ensaiam às Segundas e Sextas Feiras, à noite.

. O Grupo é composto por 25 elementos.

. Trajo: Colete preto; Calça preta; Camisa branca; Chapéu preto de aba larga; Cinta preta; Lenço rameado de fundo preto.

. Historial: Estiveram no programa da fundação da RTP. Actuaram em França, Bélgica. Tem desempenhos de norte a sul do País, com especial relevo para as suas participações em Encontros, Desfiles e Festas que se realizam, anualmente, nas terras onde há Grupos Corais, quer no Alentejo, quer na zona da grande Lisboa. Actuam, também com alguma regularidade, no Algarve.

. Registos fonográficos:
2007 (K7): Meu amor abre-me a porta
Edição: Hipermúsica         
Fonoteca Faialentejo FF  CA K7-0097


. Repertório: Cantam as "modas" que se cantam na sua zona  e que conseguiram resistir ao tempo, agora, com as letras adaptadas ao momento actual, das quais salientamos:
Meu amor abre-me a porta; Linda rosa, tu não vás; Ó meu tirone; É tão grande o Alentejo; Henriqueta, ó que linda, ó linda; Ourique é nossa terra; Ao romper da bela aurora; Sai a pomba do pombal; Vou-me embora, vou-me embora; Fui-te ver, estavas lavando; Da minha varanda.

Faz parte do seu reportório o cante das Janeiras e dos Reis.

in: "Corais Alentejanos" (em actualização), de JFP.

quarta-feira, fevereiro 22, 2017

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

OURIQUE - Garvão

Grupo Coral Feminino "Flores de Maio" de Garvão
Largo D. Afonso III, 7
7670 Garvão, Ourique






Ficha Técnica:                    

- O Grupo foi fundado em 2 de Maio de 1997.

- Ensaiam aos Domingos, na Casa Paroquial.

- O Grupo é composto por 16 elementos.

- Trajo: Saia preta; Blusa branca; Papoila, ao peito.

- Histórico: Desde a sua fundação actuaram em: Garvão; Ourique; Odeceixe; Conceição; Luisianes; Santa Luzia; Lisboa (150º. Aniversário do Banco de Portugal); Ferreira do Alentejo, etc.

- Repertório: Cantam as "modas" que se adaptam melhor às suas características, das quais se salientam: Camponesa; Jovensinha; Rosalina; Laranja da china; A cegonha.

In: “Corais Alentejanos” (em actualização), de JFP. Edições Margem. 1997. Págs. 193/194.


Nota: fotografias tiradas no Encontro de Grupos Corais, em Ferreira do Alentejo, em 2009.

TRATADO DO CANTE – Grupos Corais:

SABÓIA - Odemira:

Grupo Coral de Sabóia
Casa do Povo de Sabóia
7665 Sabóia



Ficha Técnica:               
   
- O Grupo foi fundado em 26 de Junho de 1988.

- Ensaiam às Sextas-feiras, à noite.

- O Grupo é composto por 26 elementos.

- Trajo:
Feminino:  Blusa branca; Saia preta; Chapéu preto; Lenço branco e vermelho.
Masculino: Camisa branca; Colete preto; Calça preta; Chapéu preto, de aba direita; Lenço branco e vermelho.

- Historial:         
. Iniciaram as suas atuações no programa "O poeta é o Povo" da rádio Lagoa, que se realizou em Sabóia; no programa de televisão "Minas e Armadilhas", na SIC. Tem atuado em todo o País, com especial relevo, para os desempenhos em Encontros de Grupos Corais, na área da grande Lisboa e no Baixo Alentejo.

- Registos fonográficos:
1993 (K7): Sabóia és minha terra (registo sonoro).
Edição de DUALSOM
. Cota FaiAlentejo: FF CA K7-0064


 2000 (CD): Um cantar que é nosso (registo sonoro).
Edição: Câmara Municipal de Odemira.
Grupos: Grupo Coral de Sabóia; Grupo Coral Vozes Femininas de Amoreiras-Gare; Grupo Coral de Vila Nova de Milfontes; Grupo Coral de Odemira.
Modas: (1) O meu concelho é Odemira; É bonito ver no campo; Alentejo, Alentejo; (…).
. Cota: FF CA CD-0036


- Repertório:
Cantam as "modas" do Alentejo com as letras adaptadas ao momento atual e à zona onde se inserem.
. Cassete (1993): Alentejo, Alentejo; Linda jovem era pastora; É tão grande o Alentejo; Maria Morreu; Estava de abalada; Toda a bela noite eu ando; Meu concelho é Odemira; Ó meu lindo rouxinol; Acorda, Maria acorda; Lindo ramo verde escuro.


In: “Corais Alentejanos” (em actualização), de JFP. Edições Margem. 1997. Págs.: 189/190.


domingo, fevereiro 19, 2017

TRATADO DO CANTE - Figuras do Cante:

JOAQUIM SOARES, Mestre do Grupo Coral Cantares de Évora









2017 02 19 Hoje o Cante ficou mais pobre: morreu Joaquim Soares do Grupo de Cantares de Évora. O seu legado faz parte da história desta caminhada, dignificando o Cante Alentejano. Bem hajas Joaquim Soares pelo teu contributo.