sexta-feira, dezembro 08, 2017

TRATADO DO CANTE - Almanaque:

Cantigas de louvor ao pão no forno

Deus te acrescente
Dentro do forno,
Fora do forno,
Tu a crescer,
Nós a comer,
Assim Nosso Senhor pode fazer!”

Do Povo
I
PADRE NOSSO, Padre-nosso,
Filho da Virgem Maria,
Deus te salve, Padre-nosso,
Mais o pão de mcada dia.

II
C anta, canta, minha boca,
Meu braço, vá, ligeireza!
Quem no seu trabalho canta
É duas vezes que reza.

III
Dentro do forno, o pão scisma:
«Que bom calor, santo nome!»
Diz-lhe o lume: «Olha se o guardas
P´ra aquecer os que têm fome.»

IV
O trigo nasceu da terra,
Deu-lhe o sol a criação,
Foi a chuva ao baptizado,
Oh! Que santa geração!

V
Ó pão da terra sagrada,
Tanto acrescentes que sobres
Pra dar a quem bate à porta,
Pra repartir com os pobres!

(Monforte de Além-Tejo – 911)



In:  “O livro do silêncio: seguido dos Poemas do coração e da terra”,  de João de Lebre e Lima. Editado por A. M. Teixeira - Liv. Clássica 1913. 154 p.s 22 cm. Pag.s 121/122.

João Maria da Silva Lebre e Lima  (Porto1889 —México1959), mais conhecido por João de Lebre e Lima, foi um poeta e publicista ligado ao modernismo português, colaborador de diversos periódicos. Utilizou o pseudónimo João do Rio. Licenciado em direito e diplomata, dedicou-se à literatura, sendo um dos editores e fundadores do periódico Dionysos : revista mensal de philosophia, sciencia e arte.