sábado, fevereiro 11, 2017

TRATADO DO CANTE - Provas de Cante:

2017 02 11 - CASA DO ALENTEJO - Lisboa



Grupos:
Grupo Coral Feminino e Etnográfico "As Margaridas" de Peroguarda, Ferreira do Alentejo
Notas: 
O GCFeE "As Margaridas", justificam o nome por Santa Margarida ser a padroeira de Peroguarda. 
Com 12 elementos o que cantaram: "Castelo de Beja", "É tão grande o Alentejo", "Minha terra é linda" (de Vicente Rodrigues), "Ceifeira", "Cabelo entrançado", "Que inveja tens tu das rosas" e "Santo Antoninho da Serra" (moda de saída), sinceramente agradou-me a harmonia do Grupo e as vozes dos pontos e dos altos. Destaco a "Minha terra é linda" (de Vicente Rodrigues) e "Que inveja tens tu das rosas", embora se tenha notado alguma falta de ensaios.
Bem hajam!


Grupo Coral Misto e Etnográfico "Alma Alentejana" de Peroguarda, Ferreira do Alentejo
Notas:
Já conheço este grupo à muito tempo, umas vezes em grande forma outras vezes menos bem, o que é perfeitamente normal. Só ouvi duas anedotas e três modas: "Alentejo dá pão", "Lindo ramo verde escuro" e Ceifeira Alentejana".



sexta-feira, fevereiro 10, 2017

TRATADO DO CANTE - Grupos Corais:

TRATADO DO CANTE - Grupos Corais:
Grupo Coral, Infantil, "Os Grilinhos" de Aljustrel
Escola nº. 3 do Ensino Básico de Aljustrel
7600 Aljustrel


 Ficha Técnica:  

- O Grupo foi formado no ano lectivo de 1995/96.

- Grupo composto por 31 elementos.

- Orientadores: Francisco Brás e Conceição Parreira.

- Trajo: Raparigas: Saia azul; Camisa branca c/ punhos altos e gola redonda; Avental pequeno, rameado. Rapazes: Calça de cotim azul; Colete de cotim azul; Camisa branca; Lenço rameado.

- Reportório: Do seu reportório, fazem parte as seguintes "modas": Ceifeira; Hino do Mineiro; Ó rama, ó que linda rama; O passarinho; A cegonha; Hino da criança (letra de "Bagacinha").

- O responsável pela informação: Ed. de Infância Conceição Parreira.

in.: "Corais Alentejanos" de JFP, Edições Margem. 1997.

NOTA: Grupo desactivado, Fica o registo.

quinta-feira, fevereiro 09, 2017

TRATADO DO CANTE - Grupos Corais:

Grupo Coral do Movimento Democrático das Mulheres - Aljustrel





Ficha Técnica:

- O Grupo foi fundado em 8 de Março de 1987.

- O Grupo é composto por 26 elementos.

- Trajo: Blusa branca, bordada, com uma fita vermelha em redor da gola, formando laço; Saia preta; Meias cor de carne; Sapatos pretos.
- Histórico: O Grupo iniciou-se num Encontro, realizado em Aljustrel, para Comemoração do Dia Mundial da Mulher, no ano de 1987. Desde então, tem participado em vários Encontros de grupos corais, Desfiles e Festas populares, divulgando e afirmando o cante Alentejano. Actua regularmente na Vila de Aljustrel e em todo o Concelho. Já efectuou diversos desempenhos em Beja; Amadora; Alvalade; Baixa da Banheira; Cercal do Alentejo; Espinhel (Águeda); Évora; Sines. Em Lisboa: no Castelo de São Jorge e na Aula Magna da Universidade onde se realizou o Congresso do M.D.M. Participou em três programas de rádio, na Rádio Castrense.

- Repertório: Do reportório do grupo constam essencialmente as "modas" Alentejanas, que falam da terra e de quem a trabalha, das vastas planícies, da riqueza e da agricultura dos seus campos, os montes, dos gados e dos pastores, das minas, das barragens (incluindo a tão desejada ALQUEVA).
Além das "modas" referidas incluem também temas de tradição popular «tão queridas ao Grupo» e algumas canções de intervenção, As adaptações das letras às "modas", considerando o momento actual e a zona onde estão inseridos, são da responsabilidade dos elementos do grupo.

in: "Corais Alentejanos", de JFP. Edições Margem. 1997.
Nota: Este Grupo está desativado. Foto tirada no Encontro de Grupos Corais realizado em Cuba em 22 de Junho de 1997.


Destaque:
Profª. Fernanda Patrício, mulher especial e de referência nas andanças do cante. Fez parte do Secretariado do Congresso do cante, realizado em Beja em Novembro de 1997.

terça-feira, fevereiro 07, 2017

TRATADO DO CANTE - À minha Moda:

POR CAUSA PEQUENA



"Penelope" Estattueta em basalto (bp). Por Al-Zéi


Ponto:           
Por amar uma pequena
Meteram-me num convento

Alto/coro:      
Quero ver a/quela menina
Que está lá dentro
Que está lá dentro

Ponto:           
Está lá dentro, está lá dentro
Está lá dentro que eu bem a vi

Alto/coro:      
Quero ver a/quela menina
Que não é daqui
Que não é daqui

Ponto:           
Não é daqui, não é daqui
Não é daqui, daqui não é

Alto/coro:      
Quero ver a/quela menina
Cá mais ao pé
Cá mais ao pé.

in:
1994 (K7): "Corticeiros de Vila-Alva"
- Edição de Maria L. S. H. Matos.
- Modas: Vilalva é nossa terra; Rondei, estou rondando; Lampião; Por causa pequena; Jardim florida; Círculo que leva a lua; Ribeira do Sol Posto; Passarinho Prisioneiro; Alentejo, Alentejo; Senta-te aqui ó António;
Grupo Coral "Os Corticeiros" de Vila Alva, Cuba.
Cota FaiAlentejo: FF CA K7-0082


domingo, fevereiro 05, 2017

TRATADO DO CANTE - À minha moda:

XARRAMA


Ponto:         
As minhas mágoas que eu contei ao rio
Nos dias de frio quando ia lavar
Sempre na esp’rança que o rio as levasse
E ao mundo contasse que eu estava a chorar.

Coro:          
Meu Xarrama amigo, conta-me os segredos
Que as lavadeiras te iam contar
Passavas com força, lavando os penedos
Mas era mentira, não ias p’ró mar
Quantos recados te dei p’ra levares
Às águas dos mares que correm o mundo
Mas tu teimoso chegavas ao Sado
Ficavas parado, silêncio profundo.

Ponto:         
Eu disse um dia, não tinha jantar
P’ra contares ao mar que eu estava aflita
Voltei p’ra casa confiando em ti
E adormeci com fome, acredita.

Coro:          
Meu Xarrama amigo, conta-me os segredos
 ....

Ponto:         
Hoje coitado já estás como eu
A esp’rança morreu, já te vejo o fundo
Mas acredita que não estou zangada
Sou a tua amada, deixa lá o mundo.

Coro:          
Meu Xarrama amigo, conta-me os segredos
 ...

in:  
1993 – (K7) Torrão de Alicante (Registo Sonoro), Ed. Alberto Oliveira
Modas:   Torrão de Alicante; Flores da minha terra; Trevo; Ceifeiro; Toda a terra tem seu fado; Desejo alentejano; Canto à terra; Amora negra; Verde; O Rio Xarrama (hino).
Grupo Coral Feminino Cantares do Xarrama