quinta-feira, julho 28, 2016

TRATADO DO CANTE - Almanaque:

MINHA MÃE AMASSA O PÃO


"(...)
Minha mãe amassa a filha,
A tal Filha do Bandido **–
Com tanta acção de guerrilha,
O pão fica mal cozido.

Minha mãe amassa e prende
A um vago sentimento
As coisas que mal entende,
E deixa-as ir com o vento.

Minha mãe amassa a curva, 
A lenta curva do dia – 
Pão redondo, alma turva, 
Outono, melancolia...  

** A Filha do Bandido, de Guido Bellini, Henrique Torres Editor, Lisboa, (“Aventuras nas Florestas Norte-Americanas”, informa a capa ) também vendido em fascículos como o anterior.  
(...)
de António Simões

Sem comentários: