sábado, setembro 03, 2016

TRATADO DO CANTE - Almanaque:

NINHA MÃE AMASSA O PÃO


"(...)
Minha mãe amassa a Nona
Mais a Quinta Sinfonia –
Beethoven nessa semana,
Vamos ter em cada dia.

Minha mãe amassa a cal,
Que é alva como a farinha –
Cal dos montes, afinal,
Onde a brancura é rainha.

Minha mãe amassa a lã
De imaginário rebanho –
Come-se o pão de manhã:
Pão fofo, sabor estranho...
(...)"

de António Simões

Sem comentários: